quarta-feira, abril 13, 2011

Branca da net e os 7 linux


Por Teo Ruf Ools

Era uma vez.
Um dia de péssimas conexões, onde se conectava e caia, em uma vasta rede de comunicações tudo era possível de acontecer.
Bits vão, bites vem. Branca da net logava-se em seu netbook, e no quarto ao lado estava sua terrível madrasta, com a morte de seu pai a branca da net passou a ser cuidada pela sua madrasta, que logo seria sua terrível inimiga. A madrasta tinha mania de beleza e todos os dias se logava e repetia a mesma frase “Google, Google meu existe netbook melhor que o meu?” e as resposta sempre era a mesma: “Sua pesquisa - netbook mais rápido que o da madrasta - não encontrou nenhum documento correspondente.”.
Mas um belo dia “Google, Google meu existe netbook melhor que o meu?” e a resposta não foi muito boa “O Google encontrou um resultado para netbook mais rápido que o da madrasta: ‘Branca de Neve com netbook Pentium i7”, e a rainha “nãooooooo seu traste, como pode ter um net tão rápido que o meu?” e o Google respondeu “sua verção de pentium 4 já esta ultrapassada minha senhora!!!”. A rainha então com muita raiva por ter perdido seu posto decidiu acabar com sua rival.
Enquanto isso branca da net estava em seu Orkut e e-mail. Quando de repente recebeu um spam que dizia “acesse suas fotos, e verás sua grande inimiga e que quer te assassinar! Pois você é a detentora do processador mas rápido”. Sem entender branca da net desconecta seu netbook e sai correndo floresta a dentro, quando de repente  avistou um casinha no meio da imensidão da floresta e sem saber de quem era aquela pequenina casinha ela adentro.
A noite foi caindo, o sono foi chegando e branca da net adormeceu, e os donos da casinha voltarão de um dia exaustivo de processos e construções de bancos de dados. Quando chegaram em casa viram uma bela moça deitada em uma das pequenas camas. Assustados os linux, foram chegando perto da linda mulher. Trataram de acessar sua pequena rede wi-fi e rapidamente descobriram que a linda mulher era na verdade a princesa da cidade de Microsoft, filha do rei Bill Gates.
No castelo, a rainha começou sua busca por um assassino cruel e encontrou no Vale do Silício, o senhor Cavalo de Tróia, prometendo jóias, se o mesmo acaba se com sua enteada, e o Cavalo de Tróia foi atrás da princesa. Dias de buscas sem sucesso.
Na casinha, branca da net acordara e descobriu que não estava só: seus anfitriões os pequeninos linux a observavam dormir, então eles se conheceram. Alguns dias depois a princesa resolveu ir ao chipset para colher informaçãs quando finalmente o sr Cavalo de Tróia a encontrou e disse para ela “princesa, vim aqui para mata-la” mas intrigado por sou aura de norton que jamais viu no Vale do Silício. O sr Cavalo de Tróia não teve coragem para matá-la, mas como tinha que levar provas de que tinha cumprido as ordens da rainha ele decidiu “não vou fazer essa crueldade”. Guardou o pen drive, tirou do bolso um pentium i7 e disse ”Vou entregar esse, como se tivesse arrancado do seu equipamento”.
Voltando para casinha Branca colocou seu computador para carregar e ligou-o na internet. Fez a conexão com o provedor Oiiiiiiiiiii.com e entrou numa sala de bate-papo. Conversa vai, conversa vem, ficou um tempão papeando e em busca do nick de Príncipe.
Enquanto isso... no castelo da rainha, chegava um e-mail dizendo que o Sr Cavalo de Tróia havia cumprido o que prometeu pois era muito poderoso. Desconfiada a madrasta rainha tratou de certificar-se que ele tinha cumprido a missão, mas nada daquilo era verdade: o Sr Cavalo de Tróia tinha tentado enganar a rainha e o que lhe mostrou a ela foi na verdade objetos dele mesmo. “Você me enganou! Viruz traidor”. Tome pipipipipipipi fez uma magia e o coitado do vírus virou bateria CR-2032. A rainha então pensou “vou acabar de vez com  aquela safada, sem-vergonha e nojenta. Vou achá-la e acabar com ela! No google maps a rainha “Ah! Conseguirei encontrá-la!”.

Próximo a casinha e retornando depois de um dia exaustivo os 7 linux cantavam, “Eu vou, eu vou, pro data mining agora eu vou, pararatibun, pararatibun, eu vou, eu vou, eu vou, eu vou”
Já em casa “dungaaaaaaaaaa! Cadê meu Blastoise” kkkkkkkkk gesticulando ele expressava, quem não mexera na Blastoise. Atchiiiiiiiiiiiiiiiiiii vire a mão spytchi então foi você! Atchiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii. O Zangado, que não tinha papas na língua, logo foi dizendo foi ele mesmo o spytchi, e que não queria confusões.
No dia seguinte voltando para a empresa onde trabalhavam fo facebook e procupados pela princesa. Desenvolviam um meio de bloquear a rainha, No Chat e princesa conversa-va enquanto o príncipe não entrava então deixou um recado para ele. Depois de procuras no maps a rainha achou a branca “Ah! Finalmente a encontrei. Amanhã me transformarei em Vendedora de inforMaçãs e vou dar à Branca uma informaçã cheinha de viruz para aquela vigarista. E destruirei seu i7 hauahahauaha”.
Na manhã seguinte.
Branca da net finalmente consegue conversar com o Príncipe! Era meu bem pra lá, meu amor pra cá. Estava rolando um clima! Opa vai rolar cam
Toc, toc, toc.
Droga quem esta hora quer me atrapalhar. Oi Branca. “Quem é a senhora?”
– Sou a Vendedora de inforMaçãs fui enviada pelos seus amiguinos do facebook para melhorar o desempenha ainda mas de seu netbook. Basta aceitar esse aplicativo, clicar na informaçã e...
Depois da atualização seu net acabou dando tela azul e não voltou mais, perdeu conectividade com o príncipe, deu vários erros, e com isso, a pobre Branca teve um piripaque e caiu dura no chão, de camisola e tudo.
No castelo “Google, Google meu, existe netbook melhor que o meu?” e as resposta “Não minha rainha, você e a tem o net mais rápido do mundo”. Oooo deliciaaaaa!
Então o príncipe percebeu que seu amor virtual não entrava mas deseperado começou a pesquisar e ate se cadastro no facebook para encontrar sua princesa!
Na casinha os pequenos linux acharam o net e a princesa no chão ela estava em um sonho profundo, quando Zangado resmungou “que mulherzinha mas frescurenta! eu empresto meu pc 100 a ela, precisava disso? E agora o que faremos?” e vários dias dormindo no seu teclado e com o mouse em sua mão Marck da Soneca acordou e disse “ ela tem que ser acordada por que a ama” e começaram a sua busca incansavel pelos fóruns.
Do outro lado da linha o príncipe se conectou a rede social e por coincidência conversou com um dos administradores da rede um linux, “Sr linux, tenho como rastrear uma usuária com nick de Branca da Net?” então o dengoddr3 pergunto “o que vc é dela?”, “eu a amo, e quero achá-la” então o linux deu-lhe as coordenadas.
E o príncipe foi atrás de sua amada, ele encontro a pequena casinha, entrou porta a dentro e logo viu sua amada deitada naquela caminha minúscula, escondidos os linux observavam. Ele se direciona a ela e então beijo-a, e dengoddr3 falou” hoje temmm”. A princesa acordou.
Sabe-se que q rainha foi hackeada, provavelmente pelos pequenos linux seu netbook foi totalmente destruído, com isso ela perdeu seu encanto, e logo descobriram que ela que havia envenenado o rei Bill Gates. Com sua poção Windows vista, a princesa e seu príncipe retornaram ao castelo e seu pequenos amigos se tornaram os maiores da rede social o facebook estava decolando já que tinham um amenos pois marckdasoneca (Zuckenberg), so sabia dormir.
E todos viveram felizes para sempre... bom quase, que lá vem o Windows 7!
kkkkkkkkkkkkkkkkk

Só um comentário: o autor desse conto maravilhoso é meu colega de loja, eu só precisei espalhar isso aqui para todo mundo, porque esse nível de criatividade tem que ser incentivado a rodo!!!!

Um comentário:

Simplesmente Adriane. disse...

Gostei, tava precisando rir dessa M... de internet hoje! Seu colega de loja é muito criativo mesmo! Incrível! Tinha meses q eu não olhava as atualizações dos blogs q eu sigo, aí hj eu cliquei em alguns, dentre eles no A.D.

Continue a nadar, continue a nadar... rsrs( parafraseando Dori, do filme Nemo, personagem com quem me identifico... afinal, a peixinha tinha uma memória de 5 min aproximadamente, e vivia entrando em erascadas)
[]´s

Mulan, o curta

Uma vez a gente ficou imaginando que desenho da Disney nos representava. Eu disse que ela com certeza era a Bela, porque adorava ler, ad...