terça-feira, agosto 11, 2009

pensamentos erraticos

To passando a terceira semana sem dormir direito. Ou fico todo torto, ou morrendo de sono, na maior parte das vezes ambos.
Não paro de pensar nela, meu Deus, que falta ela faz, mas precisava ficar assim, de longe. Melhor sentir saudades que arrependimento, saí de perto para machucar menos e tenho certeza que consegui. Torço todo dia pra ficar sabendo que ela está bem, que ela se soltou no mundo, que ela começou a correr atrás dos sonhos que ela merece ter e eu impediria cada vez mais. Quanto mais falta sinto dela, mais certo da minha decisão eu fico. E o sentimento vai se tornando uma dor com fome, com ausência, tesão reprimido, saudade, carência de xamego, todas aquelas coisas que ela completava ao mesmo tempo.
Mas eu tenho que perseverar.
Andei o dia todo arregalando os olhos na rua, porque tenho umas pálpebras pesadérrimas e quero ver se fico com uma cara menos velha. Isso ajuda também a mudar o humor, dá pra acreditar?
Terminei de ler o 54, do Wu Ming, adorei o carinho com que o livro foi feito, e tô de coração partido por causa do McGuffin... ai que vontade de chorar quando penso nele e na sua companheira. (Sinal do tamanho da minha carência, com certeza)
Revoltado pra cacete com toda a pornografia explícita do Senado (e anexos), mais ainda que aqui no Rio (ao menos na Zona Sul) você não pode, repito, não pode querer debater política. Só me dei conta do porque outro dia, vendo o sobrenome de quem dava um cheque aqui na loja. Quase todo mundo que eu vi desde então, tem rabo preso. Toda a Zona Sul, a mesma que vive aparecendo nas fotos do Globo cometendo infração de trânsito, comprando droga, bancando o arrogante com os outros na rua a torto e a direito, toda essa maldita zona sul, é aparentada ou pendurada num esquema besta desses. Navego na merda mais do que imaginava.
Tenho uma estrutura em volta de mim que é tudo que eu precisava: amigos quase parentes, que gostam de mim o bastante para me proteger, orientar, aconselhar. E até um filho postiço eu tenho, que me adora e a quem adoro também. (Olha aí, pensando no McGuffin de novo).
Fico pensando nesse Facebook, melhor que Orkut, msn e sem dúvida nenhuma melhor que o Twitter. Até aí novidade nenhuma, papel e caneta é um bazilhão de vezes melhor que o Twitter e não fica aquela baleia idiota aparecendo.
Tô torcendo pra acabar a carência do plano dental que assinei, idéia da minha amada e saudosa. Fiz porque ela queria muito que eu fizesse, mas quando resolvi fazer passou a ser minha vontade tb.
Tenho que começar a fazer exercícios. A barriga incomoda, e ando ofegante. Mais por ansiedade que outra coisa, mas tenho certeza que menos quilos ia bem.

Um comentário:

Required field must be blank disse...

o facebook quer implementar um sistema de busca em que vc segue a sugestao de terceiros(seus amigos), ao contrario do atual via google em que vc procura o que quer, se vai acontecer, e por fim vencer o google nao sei

Mulan, o curta

Uma vez a gente ficou imaginando que desenho da Disney nos representava. Eu disse que ela com certeza era a Bela, porque adorava ler, ad...